Essa teria sido a manchete do New York Times, do Globo, do El País, do Le Monde, ou do Guardian no 24 de maio de 1543. Há 470 anos atrás morria quem dera o pontapé inicial da revolução científica. Copérnico faleceu no mesmo ano da publicação de seu livro “Da revolução de esferas celestes”, e o mundo já nunca foi o mesmo.

Para comemorar a vida e a genialidade de quem descobrira que não somos o centro do universo, lançamos a seguinte pergunta: Quais foram, segundo vocês, as principais “manchetes” –não somente desde o ponto de vista jornalístico– dos últimos séculos?

Deixe uma resposta